Gostar ou não gostar..

|
Esta coisa de gostar de alguém não é para todos e, por vezes – em mais casos do que se possa imaginar – existem pessoas que pura e simplesmente não conseguem gostar de ninguém. Não é que não queiram – querem! – mas quando gostam – e podem gostar muito – há sempre qualquer coisa que os impede. Ou porque a estrada está cortada para obras de pavimentação. Ou porque sofremos de diabetes e não podemos abusar dos açucares. Ahihauihaihia Ou porque sim e não falamos mais nisto.

Existem aquelas pessoas que insistem em afirmar que só se apaixonam pelas pessoas erradas. Mentira. Pensar dessa forma é que é errado, porque o certo é perceber que se nós escolhemos aquela pessoa foi porque já sabíamos que não íamos a lado nenhum e que é até um alívio não dar em nada porque ia ser uma chatice. E deu. Do mesmo modo que no final de 10 anos de relacionamento, ou cinco, ou três, há o hábito generalizado de dizermos que aquela pessoa com quem nós nos casamos já não é a mesma, quando por mais que nos custe, é igualzinha. O que mudou foram as expectativas que nós criamos em relação a ela.

O que é difícil é saber quando gostam de nós. E, quando afirmam isto, bebo logo dois drinks para a tosse. Saber quando gostam de nós? Mas isso é o mais fácil porque quando se gosta de alguém não há desculpas nem “ ai que amanhã não dá porque tenho muito trabalho”, nem “ ai que hoje era bom mas tenho outra coisa combinada” nem “ ai que não vi a tua chamada não atendida”.

Quando se gosta de alguém não há sms que não se receba porque possivelmente não vimos, porque a mãe não me deu o recado, porque não percebi que querias estar comigo, porque não estava em casa quando ligou.

Quando se gosta de alguém nunca falha a bateria, nunca nada nos impede de nos vermos e nem de nos encontrarmos no meio de uma multidão de gente. Quando se gosta de alguém não respondemos a uma mensagem só no final do dia, não temos acidentes de carro, nem nunca os nossos pais se sentiram mal a ponto de nos impossibilitarem o nosso encontro. Quando se gosta de alguém, ouvimos sempre o telefone, a campainha da porta. Quando se gosta de alguém, nada nos impede de estar juntos, porque nada nem ninguém é mais importante, do que nós.

Quando se gosta de alguém gostamos e pronto! Não ligamos a defeitos, a atitudes, a comportamentos… não ligamos a nada!
Somos parvos, somos infantis, umas autênticas crianças! Amamos com total devoção que nada nos parece ser demais para agradar a quem gostamos. Pois, quando se gosta de alguém, conquista-se o céu, alcançam-se as estrelas, e o infinito é o nosso limite.
Continuamos a gostar de alguém, mesmo quando sofremos, mesmo quando nos magoam, mesmo quando já não há porque gostar. Já que, quando se gosta de alguém, há sempre a esperança de uma mudança, de um renascer, de um gostar puro e autêntico.
Gostamos, gostamos, gostamos e gostamos de tal forma, com tal força, com total dedicação, que nem sequer sabíamos ser capazes de gostar. Cometemos muitos erros quando se gosta de alguém. Esquecemos muitas regras, limites e pessoas que antes respeitávamos… nada importa… porque se gosta de alguém!
Quando se gosta de alguém… nada morre… tudo RECOMEÇA!!!

2 comentários:

hellomotta disse...

total verdade isso.
mas eu nao imaginaria voce escrevendo isso.
AUHUAHAH

Luciana disse...

é meu bem.. eu tenho sentimentos rs